Escolho

 

Resolvi interromper o canal
Sacudir o pilar que dá base
Me tornei um vendaval
Até conhecer minha interface

Neste mundo grande e perdido
Precisei me ausentar
Percebi o que tinha acontecido
Na primeira vez que decidi parar

Só agora faz sentido
Tudo se esclareceu
O porquê de eu ter mentido
É que ainda não era eu

Misturo flores e gelo
Neste jardim de inverno
Demonstrando o meu apelo
Para que meu desejo seja eterno

Sinto a liberdade
De dizer que não é bom
Para se livrar da dificuldade
De encontrar o tom

Acho,
Ter encontrado a tranquilidade enfim
Para que pelo menos hoje
Eu decida o melhor para mim

Te escolho destino…

 

 

Anúncios